Masterchef dentro de casa com os mais experientes.

Cozinhar é sempre uma forma de apurar criatividade e sentidos, além de tranquilizar e aproximar pessoas. Na terceira idade, isso fica ainda mais evidente. Entenda como incluir essa atividade na rotina da família e melhorar muito a autoestima dos idosos e a relação entre todos vocês.

A comida é poderosa. Traz tantas recordações, seja da infância, do talento culinário de alguém querido ou um prato experimentado em uma viagem. Quando a gente cozinha, explora ainda mais essas boas sensações e o melhor: tudo pode ser feito em conjunto, em família, e levar para os idosos uma função linda e agregadora.

 

Pitadas de segurança

Já falamos aqui como é importante se manter ativo na terceira idade. Às vezes, por falta de ânimo ou mesmo de incentivo, os idosos tendem a ficar cada vez mais isolados, o que pode causar uma sensação de solidão e resultar até em complicações de saúde.

Culinária é uma forma muito simples de aumentar essa sociabilização, aprender coisas novas, dividir o muito que se sabe e se sentir útil.

Seja em um almoço de família ou em aulas em grupo, incentive seus idosos a praticarem essa atividade. Eles podem conhecer pessoas novas e até iniciarem novas relações. E, em casa, se aproximarem ainda mais das pessoas queridas.

 

Uma boa dose de atividade cerebral

Quando cozinha, você precisa lembrar a receita, o modo de fazer e também pode criar novos pratos, realizando testes e experimentando. Tudo isso ativa as funções cerebrais, ajudando a evitar o Alzheimer e a demência.

Também, obviamente, precisamos realizar muitos movimentos (bater a massa, mexer a comida na panela, ralar algum ingrediente etc.) que auxiliam na melhora da coordenação motora.

 

Autoestima deliciosa

Quem já cozinhou na vida sabe como é bom alguém experimentar sua receita e gostar.

É isso que a culinária pode fazer pelo idoso. Imagine colocar seus filhos para aprender aquela receita deliciosa que só a avó ou avô sabem fazer? Ensinar nessa altura da vida pode gerar sensações genuínas de felicidade, afastando doenças como ansiedade e depressão.

 

Aproximando a família a gosto

Reunir a família naquele almoço especial preparado pelo idoso querido. Que programa mais cheio de amor e empatia.
A culinária promove esse encontro. Sem falar que pode até deixar de ser um hobby e tornar-se uma fonte extra de renda para ele.
Existem diversos idosos que ganham dinheiro vendendo bolos, tortas, doces e salgados com suas receitas únicas.

 

Incentive, apoie e se mostre presente. Comer e cozinhar é tudo de bom.

5 dúvidas cruéis da mãe de adolescente e 5 dicas ótimas!

Mãe é mãe. Está sempre da dúvida se fez a coisa certa e se pode fazer melhor. Aqui reunimos alguns dos principais conflitos da mãe moderna.

 

Adolescência, como sabemos, não é um período fácil nem pra mãe, nem pros filhos. Eles sofrem de muitas variações de humor, só querem sair com os amigos, passam o dia conectados e estão vivendo uma fase de muitas mudanças. Claro que uma dose maior de preocupação acompanha as mães nesse momento. Mas é importante sempre refletir se você não está passando dos limites, invadindo a privacidade ou mesmo impedindo que ele cresça capaz de resolver os próprios problemas.

 

Horas no celular pode?
Seus filhos não largam o celular e ainda se irritam quando você reclama. Bom, ninguém gosta de ser repreendido por alguma atitude que, teoricamente, não é errada. A sugestão aqui é que esse assunto seja mencionado em outro momento, em uma reunião de família, e sempre de forma descontraída e leve. Explique sobre os perigos de não sair do celular, que o tempo que passam juntos é importante e, de repente, já defina um período em que todos ficarão sem o aparelho. O horário das refeições, por exemplo.

 

Será que você está sufocando seu filho?
Se essa desconfiança apareceu, talvez já tenha algum exagero no seu cuidado. É comum uma preocupação maior, mas é necessário cautela. Às vezes a mãe se antecipa na tomada de decisões em nome do filho, com medo que ele faça a escolha errada. Se é o seu caso, pense que todo adolescente também precisa ter seu espaço e opiniões respeitados. Por mais que você se sinta insegura, fazer tudo por ele não deixa que ele pense por si mesmo e crie maturidade com independência no futuro. A liberdade é importante para o crescimento. Sua parte é analisar, mostrar os caminhos e explicar de forma amigável as vantagens e os perigos de cada decisão. E só.

 

Nem trabalhar, nem estudar. E agora?
Seu filho terminou o ensino médio e não quer nada com nada? Difícil situação, mas podemos tentar contorná-la com o máximo de respeito e sem brigas. Sair da adolescência e entrar na idade adulta é uma dificuldade pra eles. É encarar uma nova etapa e isso pode assustá-los. Uma conversa é sempre o melhor caminho para entender qual o problema de fato. Será que ele não sabe o que escolher, tem medo de fracassar ou simplesmente tem preguiça de seguir a vida com mais responsabilidade? Fale que compreende o incômodo de tocar no assunto, mas que todos precisam escolher um caminho. Afinal, certamente ele quer se sustentar e ser independente um dia. Dê liberdade para que ele escolha o próprio futuro, mas deixe claro que você está ali pra ajudar. Quem sabe uma terapia familiar pode ser uma alternativa ainda mais interessante?

 

Já é hora de falar sobre sexo?
Pra esse assunto, não tem hora certa. Você pode esclarecer as dúvidas conforme elas forem surgindo. Apesar de ser um tema que muitos pais consideram complicado, é preciso desmistificá-lo. Quanto mais natural soar o tema desde cedo, mais à vontade seu filho ficará para falar de sexo com você e fazer perguntas. E nada melhor do que você mesma orientá-lo. Tente não demonstrar constrangimento ou ficar intimidada diante de algo. Isso afasta os adolescentes e pode até fazer com que eles achem que sexo é algo negativo. Leveza, sempre.

 

Quero um filho maduro e independente.
Essa parte é simples e difícil ao mesmo tempo. A verdade é que muito de como você agir em casa vai refletir na personalidade do seu filho. Confiar, para que ele seja um adulto seguro e confiável. Entender para que ele também compreenda. Deixar que ele tome as próprias decisões e lide com as consequências para que ele seja responsável e independente. Alguns pais passam muito tempo trabalhando e têm pouco tempo com os filhos. É comum que nessas situações os pais façam tudo para compensar essa ausência. Mas o exagero pode criar uma dependência e incapacidade de passar por frustrações na vida sem se abalar. Você pode ajudá-lo a ser maduro tentando não antecipar o que pode acontecer com ele e deixar que ele viva seus próprios desafios.

 

Fonte: M de Mulher

Seu filho anda brigando com a atenção e com as notas?

Dicas simples de como ajudar os adolescentes nessa fase cheia de cobranças e escolhas tão importantes.

Juntar adolescente e escola já é uma tarefa difícil, salvo exceções. Principalmente em uma época marcada por autoafirmação deles e do grupo de amigos. Também é o momento em que os conteúdos e matérias passam a ser cada vez mais complexos, exigindo mais concentração na aula e dentro de casa.

Mas não se preocupe. Temos algumas ideias para essa não ser uma missão impossível. E para que seu filho esteja seguro de que pode superar essa fase com o seu apoio.

 

Como começar a focar?

Em geral, o que causa a maioria dos problemas é a falta de atenção. Então, primeiro precisamos desenvolver o hábito de focar no que estamos fazendo. Claro que esse hábito não vai ser desenvolvido durante os estudos, mas podemos começar com atividades simples, do dia a dia. Por exemplo, estabeleça que durante as refeições os celulares precisam estar longe ou desligados. Aos poucos você vai perceber que focar é um desafio pra todos, não só para os adolescentes. A tecnologia tende a tirar da gente a capacidade de concentração. Imagine pra eles que estão conectados o tempo todo.

 

Ler, ler, ler.

Seu filho lê pouco? Infelizmente isso é muito comum em uma época em que os adolescentes estão lendo cada vez menos. Esse novo comportamento traz consequências duras na vida escolar porque escrever mal é apenas um dos sintomas de quem quase não lê. Incentive a leitura com revistas, livros ou outros materiais que abordem assuntos pelos quais ele mais se interessa. O ideal é que você leia as mesmas coisas para puxar assunto e instigar a curiosidade deles.

 

Escrever, escrever, escrever.

Que tal distribuir algumas tarefas simples, mas que podem ajudar muito na concentração? Por exemplo, você pode pedir que ele faça a lista de compras da casa. Ou deixar uma pergunta pra ele com alguma dúvida sobre um assunto – sempre do interesse dele – e pedir que ele escreva pra você. Colocar no papel as ideias é um bom jeito de focar no que você está pensando e fazendo.

 

Troca justa.

Faça um trato. Seu filho só pode fazer algo que gosta muito (jogar videogame, sair com os amigos etc.) depois de ler alguma matéria ou alguns capítulos de um livro. Você vai ver como a escrita dele melhorará muito com esse hábito. O treino começa em casa!

São mudanças simples mas, aos poucos, com uma rotina saudável de concentração dentro de casa, o foco nos estudos no momento da aula e a definição de prioridades podem evoluir muito.

T-Rex. Tranquilidade em cada detalhe.

Você já sabe que pode contar com T-Rex para ficar mais tranquila e garantir mais segurança para quem você ama.

São muitas funcionalidades em um app só.

Basta configurar os alertas de acordo com a sua necessidade e o perfil da pessoa que você está acompanhando.

Vamos relembrar alguns deles e ver como é simples viver muito mais leve?

Alerta Localização

Saiba quando a pessoa chegou ou saiu de determinados locais. Configure:

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Geo Fencing Alerts” e clique em “Add a new Geo Fencing alert”.

Terceiro passo: Nomeie o lugar do qual você deseja receber a notificação (ex: casa, farmácia, clube) e escreva o endereço do local em “Procurar endereço”.

Quarto passo: Defina se você quer ser avisado quando a pessoa chegar ou sair do local e quantos metros de raio entorno deste local para que o alerta seja emitido
(ex: receber alerta quando a pessoa sair do raio de 450m de casa).

Quinto passo: Selecione os dias da semana e o horário que você quer ser avisado. Depois é só clicar em “adicionar” e então em “salvar”.

Alerta Choque

Quer saber se a pessoa bateu, caiu ou se chocou com algo? Agora:

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Detecção de choque” e clique em “Salvar”.

Alerta Bateria

O maior inimigo das mães: quando acaba a bateria do filho. Saiba e o avise antes:

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Nível mínimo de bateria” e defina quanto de bateria a pessoa precisa ter para você ser avisado (Ex: 15%). Depois é só clicar em “Salvar”.

Ainda não tem o T-Rex? Clique aqui e baixe agora nosso app!

 

Trabalho voluntário não ajuda só quem precisa.

Descubra como incentivar seus idosos queridos a serem voluntários pode dar um novo propósito à vida deles. E para os adolescentes, sabia que o voluntariado pode ser uma bela ferramenta para conseguir uma vaga?

 

O que você pensa quando falamos sobre trabalho voluntário? Alguém ajudando outra pessoa ou animal em situação de risco ou abandono, dando algum bem material, alimento ou palavras de alento? Ser voluntário vai muito além de ajudar. É realmente se colocar no lugar do outro, respeitá-lo, compreender de verdade o que ele está passando. É buscar sempre o melhor de si mesmo e fazer o outro buscar o que tem de melhor.

Essa troca pode ser realmente poderosa para ambos os lados. Para quem é ajudado, óbvio. Mas, para quem ajuda, é uma forma linda de crescer como ser humano, de enxergar potencialidades que nem sabíamos que tínhamos. Os benefícios vão muito além do bem-estar da pessoa que está recebendo este carinho e da satisfação de quem o dá. O trabalho voluntário te faz adquirir habilidades e competências pessoais e profissionais. Quer ver?

 

Jovem voluntário = UP no currículo

Cada vez mais recrutadores vêm considerando a iniciativa de uma ação voluntária na hora da contratação. Quem já participou de um programa acaba levando vantagem, sendo considerado até critério de desempate em algumas vagas. Isso porque os líderes acreditam que, além de humanizar o profissional, habilidades importantes são evidenciadas. Trabalho em equipe, empatia, comprometimento na execução e a resiliência são algumas delas.

É claro que a principal característica de um trabalho como esse é transformar os jovens em melhores seres humanos, mas também é bom saber que isso pode ser ponto importante no currículo. As habilidades adquiridas durante o processo também devem ser evidenciadas.

 

Idosos voluntários = UP na vida.

A pessoa que se voluntaria também percebe mudanças muito importantes como o aumento da autoestima e a diminuição da ansiedade e do estresse. Isso significa que o trabalho voluntário pode ser uma excelente opção para seu idoso querido combater a depressão. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 20% da população idosa sofre com depressão. No Brasil, o número gira em torno de 15%.

A doença está muito ligada ao sentimento de que o idoso foi excluído socialmente. Uma atividade em que ele se sente útil e importante na vida de alguém, além de construir laços e conhecer diferentes pessoas torna a vida mais divertida e com sentido. Por meio do trabalho social, ele também pode demonstrar suas habilidades e experiência de vida, o que aumenta a motivação para realizar tarefas no dia a dia.

 

Que tipo de trabalho pode ser feito?

O trabalho voluntário tem uma gama enorme de opções.

Você pode incentivar jovens e idosos a prestar serviços em orfanatos, entregar doações para moradores de rua e até a grafitar carroças para colaborar com os catadores de rua.

As possibilidades também passam por ajuda na construção de moradias populares ou palestras para comunidades carentes. Algumas associações prestam um serviço emocionante de contar histórias para crianças hospitalizadas.

Também existem programas específicos para idosos: o voluntário pode prestar serviços em asilos ou até passar uma tarde só conversando com os residentes.

Basta procurar na internet ou pedir uma indicação para alguém que já tenha experiência no voluntariado. Se a vontade não falta, opções também não.

Quer ter mais seguidores no Instagram? Inclusive seu filho?

Como tirar fotos melhores e fazer Stories incríveis no Instagram. Até seu filho vai virar seu fã.

 

Às vezes a gente se sente um pouco insegura nas redes sociais. Tem muita coisa que precisamos aprender para chegar no nível dos adolescentes. Mas com algumas dicas simples você pode evoluir muito nas fotos e, quem sabe, ter até um novo assunto para discutir com os filhos. Preparada para ganhar seguidores?

 

Tão simples e tão necessário.

 

Essa é uma dica universal porque muita gente acaba esquecendo desse detalhe tão pequeno, mas que faz uma grande diferença. Como a gente mexe muito no celular durante o dia, é natural que você acabe encostando os dedos na lente. A gordura da mão pode deixá-la borrada e prejudicar as fotos.

 

Antes de fotografar, basta limpar delicadamente com um paninho macio. Se você não tiver um, use a camiseta mesmo, mas bem de leve, para não apertara lente.

Uma ideia iluminada.

Pode parecer bobagem, mas a iluminação é essencial para tirar uma foto interessante. Tente sempre fotografar com a luz natural, perto de uma janela, porta ou ao ar livre. Se não deu, nunca tire fotos com flash! As fotos ficam super estouradas e feias. Quando estiver num local escuro, peça para alguém iluminar com a própria lanterna do celular. Imagine pedir isso para o seu filho? Ele vai ficar surpreso com a sua técnica.

Sabia que seu celular tem enquadramento?

A configuração de ter uma grade de enquadramento existe na maioria das câmeras. Basta acessar a configuração. Essas linhas de enquadramento são perfeitas para fotografar. Você pode acertar na simetria das fotos, centralizar e acertar nas linhas naturais dos cenários para o enquadre.

Não é filtro, é edição!

O Instagram tem um monte de ferramentas que vão além dos filtros já conhecidos. Use e abuse delas. No “ajuste”, você alinha a foto. O “brilho e contraste” serve para balancear. Com “estrutura e nitidez” você explora a nitidez da foto. Na “temperatura” você pode, por exemplo, deixar uma foto apagada com uma luz diferente. Ajuste cores em “saturação e cor”. E ainda tem “esmaecer”, que deixa as fotos com aspecto mais elegante e o “realce”, que destaca ainda mais sua foto.

Se quiser descobrir mais, ainda pode contar com alguns apps. Algumas dicas são PhotoGrid, Rookie Cam, Adobe Photoshop Express ou VSCO Cam.

Quantidade é qualidade.

A primeira foto na maioria das vezes não é o melhor que você poderia ter feito. Aproveite para treinar e não se contente com pouco. Faça várias imagens, com vários enquadramentos e iluminação. É a prática que faz um profissional.

Stories sem vergonha.

 

Os Stories são a mais nova mania para compartilhar momentos no Instagram. Aqui, duas dicas podem fazer você arrasar ainda mais na rede.

Zoom in e zoom out:

-Aperte e segure o botão de captação com um dedo e comece a gravar.

– Arraste levemente o mesmo dedo para cima ou para baixo para dar zoom in ou out.

Mencionar outras contas:

– Digite o símbolo @ seguido do nome de usuário da conta que você quer mencionar.

– Selecione a conta que quer mencionar no menu. É importante observar que você pode mencionar até 10 contas em cada Instagram Stories. Sempre que alguém é mencionado, ele recebe uma notificação assim como um preview da história no Direct Message.

T-Rex nunca tira férias da segurança.

Nesse período de planejar passeios e viagens, conte com nosso app pra estar sempre tranquila e aproveitar todos os momentos.

Viver tranquila é saber que as pessoas que você ama estão em segurança.

E nesse mês de férias e passeios, a tendência é que jovens queiram fazer seus programas e passem mais tempo longe dos seus olhos.

Uma das maiores questões quando o assunto é celular é a bateria. Quando ela acaba, te deixa cheia de preocupação por não conseguir falar com seu filho, certo?

Além de acompanhar os passos e dar detalhes em tempo real onde a pessoa que você ama está, T-Rex tem um alerta específico de bateria.

Quer aprender a configurar? Veja como é fácil e prático.

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Nível mínimo de bateria” e defina quanto de bateria a pessoa precisa ter para você ser avisado (Ex: 15%). Depois é só clicar em “Salvar”.

Ou clique aqui e assista nosso vídeo sobre como configurar este (e outros) alertas!

Se ainda não tem T-Rex, baixe agora. Basta entrar na Google Play ou App Store, procurar o nome do app e instalar.

Melhor idade, melhores companhias.

Como aproximar as pessoas de gerações diferentes e garantir uma relação proveitosa para ambos os lados.

Eles têm interesses e rotinas muito distintas. Mas a verdade é que a relação entre idosos e adolescentes pode trazer muitos benefícios e uma nova perspectiva de vida para todos.

Enquanto os idosos podem ganhar mais entusiasmo e vivacidade com a companhia dos jovens, os jovens podem aprender muito com as histórias de vidas dos idosos, inclusive com suas experiências e habilidades profissionais.

Relacionamos algumas dicas de como você pode estimular essa convivência tão rica.

 

– Compartilhar experiências

Eles passaram por tanto: viram guerras, sofreram com a ditadura, viram grandes manifestações. Compartilhar essa sabedoria e conhecimento ajudam os idosos a se sentirem com um propósito renovado, além de aumentar a vitalidade. Os jovens, por sua vez, que nasceram grudados no computador, podem abrir um mundo completamente novo ao entrar em contato com histórias de vida tão diferentes.

 

– Companheirismo

Isso vale para qualquer ser humano: não existe nada mais simples e agradável do que uma boa companhia para levantar o astral de alguém. O interessante aqui é a convivência e troca de universos tão interessantes. Por que não incentivar seu filho adolescente a passar o dia em uma livraria, pescando ou jogando jogos de tabuleiro com um idoso da família? Ou até incentivar o idoso a jogar video-game? Os mais velhos podem também dar aulas de uma matéria ou hobby específico. Ensinar algo sempre nos faz sentir mais úteis. E isso proporciona uma levantada na autoestima.

 

– Tolerância e um entendimento maior sobre o próprio futuro

Já é comprovado pela psicologia que a convivência com os mais velhos pode trazer uma maior aceitação das diferenças: de cultura, pensamento etc. Mais que isso, traz também uma maior valorização da saúde e da própria vida.

 

A amizade entre pessoas dessas gerações pode ser complementar. Enquanto o jovem se torna um ser humano mais compreensivo, ao aceitar a condição e limitações dos mais velhos, os idosos podem ser estimulados a novos desafios e objetivos na vida.

 

– Trocas

Um caminho de aproximação pode surgir no momento em que uma pessoa com menos idade se predispõe a trocar conhecimentos com o idoso.

A tecnologia é um bom meio para aproximá-los. Os mais velhos estão cada vez mais interessados em aprender a usar a internet, tirar e enviar fotos, mandar mensagens pelo whatsapp. Uma geração se alimenta e evolui com a outra. Essa é a graça da vida: aprender com as diferenças.

Já sabemos quem vai ganhar nessa Copa: você.

Acompanhe as pessoas que você ama com T-Rex e ganhe toda a tranquilidade durante o mundial.

 

Filhos adolescentes vendo os jogos na casa de amigos ou bares, idosos na rua, confusão na cidade. Não fique insegura durante esse período cheio de diversão. A solução é simples. Com T-Rex você pode acompanhar todas as pessoas que quiser e ainda configurar alertas para saber em que momento eles saíram do destino ou se ultrapassaram a velocidade permitida.

 

Tudo muito prático, seguro e na palma da mão.

 

Se você ainda não baixou T-Rex, basta procurar na Apple Store ou Google Play. Ativar os alertas é intuitivo e simples. Veja como configurar o alerta de mudança de localização, por exemplo:

 

  1. Abra o T-Rex e selecione a pessoa para quem deseja configurar o alerta. Clique no ícone de configurações.

 

  1. Clique em ativar alertas e busque o alerta desejado (Alerta de lugar / Geo Fencing Alerts).

 

  1. Ative o alerta de lugar e clique para adicionar um alerta de Geo Fencing.

 

  1. Digite o nome para este lugar, o endereço, selecione o raio de alcance, selecione se deseja receber o alerta quando a pessoa entrar ou sair do lugar, dias da semana e o período do dia.

 

  1. Clique em adicionar e, em seguida, salve as configurações.

 

Pronto. Você receberá este alerta sempre que a pessoa entrar ou sair do lugar que você definiu, de acordo com a configuração

Coisa de vovó?

Como aprender tricô se tornou uma atividade cool, conquistando até adolescentes.

 

Para muita gente, tricotar é coisa de vó, mas a verdade é que fios e agulhas unem meninas, mulheres e senhoras apaixonadas por essa técnica que há um tempo virou moda e segue firme e forte na preferência dos hobbies. Em muitos casos, virou até trabalho.

Que tal aproveitar a chegada do outono e a proximidade do inverno para aprender a tricotar e quem sabe até ganhar dinheiro – ou no mínimo cachecóis, casacos e golas lindos feitos por você? E mais, é a atividade perfeita para unir as pessoas da família de qualquer idade.

Como se não bastasse, a atividade faz tão bem para a mente que algumas terapias até adotaram o tricô como exercício complementar de recuperação. Tricotar exercita a agilidade do cérebro, ao mesmo tempo que melhora a estabilidade emocional.

Quer conhecer alguns dos benefícios?

Reduz a ansiedade: isso acontece porque precisamos de muita concentração para fazer cada pontinho. Enquanto estamos lá, olhando para as agulhas, sem perceber tranquilizamos as emoções e neutralizamos sentimentos negativos. É quase o mesmo efeito da meditação.

Melhora a agilidade do cérebro: claro, qualquer atividade que requer coordenação mental e motora potencializa a atividade cerebral. Esse fato faz com que a técnica seja especialmente poderosa para pessoas mais idosas, pessoas com artrite ou reumatismo e para crianças com distúrbios motores.

Sociabilidade sem nó: como é uma ótima atividade em grupo, o tricô reúne grupos de prática e ajuda a trocar ideias e compartilhar experiências com outras pessoas.

Auto estima: toda nova habilidade faz a gente se sentir mais capaz. Além disso, o tricô é uma maneira de manifestar carinho, quando feito para amigos e familiares. É um meio para criar algo lindo, criativo e autoral. Pesquisas mostram que o tricô ajudou a melhorar os sintomas de muitas pessoas com depressão. Isso porque sua prática também libera serotonina.

Já comprou as agulhas? Que tal convidar seus filhos e idosos queridos para um grupo e produzir peças lindas para o outono?

Divirta-se como um idoso!

Não só programações com as crianças podem ajudar você a rejuvenescer. Acompanhe seu idoso querido e uma dessas dicas e movimente-se, deixando a vida mais leve.

 

Caminhar juntos no parque
Nem precisamos falar como a atividade física é importante em todas as idades. Caminhar pode ser a desculpa perfeita pra você acompanhar um idoso que você ama e também se exercitar. O contato com a natureza também ajuda a relaxar e faz bem para a mente. Vocês também podem aproveitar para colocar o papo em dia e estreitar ainda mais a relação. Cultivar é a palavra. Corpo, mente e alma.

 

Aula de dança
Já pensou nisso? Dança é diversão, é movimento e o mais importante: joga todo o stress (o grande vilão do mundo moderno) pra fora. Praticar dança pode ser muito benéfico para o idoso, mas a verdade é que faz bem pra todo mundo porque traz o principal: alegria. E juntos pode ser ainda mais interessante. Que tal buscar aulas de dança de salão, jazz ou um bom samba?

 

Jogos
É uma atividade que vocês podem fazer em família. Além da diversão, os jogos estimulam o cérebro, o movimento do corpo e ainda são recursos de aprendizado e trabalho em equipe.

 

Aula de música
Aprender nunca é demais. E nunca é tarde. Desenvolver uma habilidade nova é uma descoberta que sempre traz muito prazer. Aulas de violão, piano, canto ou o que você mais gostar podem ser ótimas formas de terapia e lazer junto com seu idoso querido. Também ajuda no desenvolvimento cerebral e pode melhorar a autoestima. Quer combo melhor?

 

Arte
Se inspirar é essencial em qualquer idade. Teatro, exposições, cinema e tudo relacionado à arte alimenta a gente de novas possibilidades e caminhos. Que tal fazer uma lista com seu acompanhante preferido?