Como proteger seu filho na internet.

A tecnologia nunca esteve tão presente em nossas vidas como hoje em dia, em todos ambientes tem alguém conectado e isso tornou parte importante das nossas rotinas. E apesar dela ser nossa grande aliada nos conectando com mundo e uma infinidade de informações, ela também pode ser traiçoeira.

Proteger seus filhos na internet se tornou uma das maiores preocupações dos pais, e não é para menos, são diversas ameaças que eles ficam expostos.

Separamos algumas dicas para te auxiliar como proteger seu filho na internet.

 

1-Ensine os filhos a proteger as informações da família (não exponha rotina, trajetos, horários, informações de viagens, quanto os pais ganham, onde trabalham).
É sempre legal limitar o que seu filho pode postar na internet e explicar para ele o por quê. Explique que se ele posta uma foto com o uniforme do colégio, por exemplo, qualquer estranho saberá onde ele estuda e assim ele corre um grande risco.

 

2-Seja um exemplo.
Não adianta você falar para ele não expor o local onde estuda, se você acaba expondo seu local de trabalho. Ao ver que você posta foto com seu crachá, com sua localização e seus colegas, ele entenderá que não é tão perigoso assim.

 

3-Monitore e inspecione.
Verifique o histórico de buscas na internet, veja o que é que ele procura, lê, assisti. Além de verificar se ele está em algum risco, você também terá um termômetro do que ele faz na internet. Se ele passa mais tempo jogando do que estudando é hora de conversar.

É importante também verificar também com quem ele conversa, não necessariamente invadir sua privacidade (a não ser que você ache que ele corre riscos), mas ficar atento a novas amizades que ele possa ter feito na rede.

 

4-Crie perfis de acordo com a idade dos filhos
Separando principalmente criança de adolescente em serviços como Netflix e em grupos de WhatsApp. E sempre leia os termos de uso para saber a idade mínima para cada serviço.

 

5-Defina um horário limite para o uso da internet.
A noite é bom que ele fique desconectado, até para que possa descansar e dormir na hora correta.

 

6-Instale ferramentas protetivas antes de dar o dispositivo à criança.
Faça da tecnologia sua aliada para garantir a proteção dele. Instale antivírus e existem também outras extensões e aplicativos extremamente úteis para proteção, por exemplo:

Habilitar o controle de segurança no YouTube – via browser – e dê preferência por utilizar o YouTube Kids, se for criança.

O Windows Live Proteção permite criar diferentes usuários no seu computador e gerenciar o que cada um vê, quanto tempo passa em bate-papos e ainda gera um relatório com tudo que seu filho acessou. E o melhor, é gratuito.

Zuggi é um site de busca para crianças. Tem visual adaptado aos pequenos e impede o acesso a conteúdos impróprios. Você pode torná-lo a página inicial e bloquear os demais sites de busca. Também é gratuito.

 

7- Passe tempo com seu filho.
Brincar ao ar-livre, passear, sair para comer juntos são algumas de várias opções que você tem para passar um tempo com ele. Nesse tempo aproveitem a companhia um do outro, conversem, brinquem e nada de internet (nem ele e nem você, como falamos, seja o exemplo). Isso será ótimo para o relacionamento de vocês e para ele entender que existe outro mundo além do virtual que é bem divertido.

 

Quer garantir a segurança dele também fora das redes? Use nosso aplicativo e monitore a seguranças do seu filho em tempo real!
Baixe agora

Fontes: Diário do Papai; M de Mulher; Mãe em Dia.
Foto: Freepik

 

10 dicas que vão salvar sua pele no verão

No verão, os cuidados com a pele devem ser redobrados, porque o sol e a desidratação podem trazer muitos problemas como queimaduras, envelhecimento precoce, aumentando até mesmo o risco de câncer.

 

Assim, para evitar as doenças de pele comuns no verão como micose, queimaduras e câncer de pele, deve-se adotar medidas simples, como manter a pele seca, livre do suor, mas devidamente hidratada. Por isso, para se proteger, confira aqui 10 dicas de cuidados essenciais com a pele nos dias mais quentes do ano.

 

 

  1. Manter a pele limpa e hidratada

Tomar pelo menos 2 banhos diários por dia deve ser suficiente para manter a pele devidamente limpa, livre do suor. Se estiver muito quente, pode-se tomar mais banhos, mas é recomendado usar somente água, evitando o sabonete para não deixar a pele mais ressecada. O sabonete antisséptico pode ser útil para eliminar as bactérias e outros micro-organismos das axilas, região íntima e pés que podem causar frieira, por exemplo.

Após o banho é importante passar um creme hidratante fluido, pelo menos nas regiões onde a pele tende a ficar mais seca, como pés, joelhos, mãos e cotovelos. Tomar mais de dois banhos ao dias é prejudicial a saúde.

 

  1. Usar protetor solar diariamente

Aplicar protetor solar cerca de 20 a 30 minutos antes da exposição solar e fazer renovação a cada 3 horas é importante para quem está na praia ou na piscina. Mas quem fica exposto ao sol durante o trabalho também deve ter este cuidado todos os dias para evitar o câncer de pele.

O protetor deve ser passado em toda a área da pele fica exposta ao sol. Assim, quem trabalha em ônibus e caminhões, pode por exemplo aplicar bastante protetor solar na braço e na mão esquerda porque estas tendem a ficar mais expostas ao sol.

As loções pós sol são ótimas para refrescar a pele após um dia de praia, piscina ou cachoeira, pois estes produtos hidratam, reparam e acalmam a pele danificada pelo sol, evitando a descamação, prolongando o bronzeado.

 

  1. Não se depilar no dia de pegar sol

Outro cuidado importante no verão é não fazer a depilação do rosto e do corpo no dia e também na véspera da exposição solar, porque isto pode causar manchas escuras na pele. Assim, a depilação deve ser feita, pelo menos com 48 horas de antecedência.

 

  1. Tomar banho de água doce quando sair da praia

Depois de um dia de praia, deve-se tomar um banho de água doce, de preferência fria, para retirar o sal e areia que tendem a ressecar a pele, facilitando as fissuras que podem permitir a entrada de micro-organismos. Se a praia tiver um chuveirinho de água doce, experimente passar por ele antes de sair da praia, e se não tiver leve uma garrafa de água doce para jogar no corpo quando sair da areia. Se possível experimente hidratar a pele aplicando novamente o protetor solar ou com a loção pós-sol.

 

  1. Não fazer tratamentos de pele no verão

Evitar fazer tratamentos com laser e produtos químicos durante o verão é importante, porque estes tratamentos podem danificar a pele bronzeada e causar manchas difíceis de remover. A melhor época para fazer estes tratamentos é durante o outono e o inverno, quando a temperatura está mais amena e o sol menos forte, mas é sempre importante usar protetor solar quando fizer estes tratamentos.

Outro cuidado importante é fazer esfoliação da pele, principalmente no rosto e nos pés, 1 vez por semana para eliminar as células mortas e renovar a pele.

 

  1. Manter a pele sempre seca

Manter a pele sempre seca é importante para evitar o aparecimento de fungos que levam à micose. Assim, deve-se usar sandálias ou chinelos para que os pés não fiquem molhados de suor dentro do sapato. Além disso, para evitar micose, também conhecida por pano branco, deve-se evitar compartilhar toalhas em clubes, praias e piscinas.

 

  1. Pegar sol com protetor

Quem deseja ficar bronzeada sem prejudicar a pele pode optar por usar um protetor solar mais fraco, com FPS 4 ou 8, por exemplo, porque ele filtra os raios nocivos do sol e deixam a pele mais bonita, com um tom dourado. Alguns óleos e bronzeadores também possuem fator de proteção solar incluído em sua fórmula, conferindo ótimos resultados.

No entanto, passar coca-cola, óleo de cozinha e outros tipos de óleo que não sejam específicos para exposição solar é contraindicado porque pode ter riscos para saúde, aumentando o risco de câncer de pele.

 

  1. Investir no betacaroteno

Para deixar a pele morena e com um bronzeado que dura mais tempo, também é recomendado comer alimentos que contêm carotenóides como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois estes alimentos protegem do câncer e deixam a pele mais bonita e hidratada.

 

  1. Ingerir bastante líquidos

Para evitar a desidratação que pode surgir rapidamente provocando intensa dor de cabeça e boca seca, deve-se beber cerca de 2 a 3 litros de água por dia para hidratar o corpo. A água pode ser substituída por suco de fruta ou chá gelado.

 

  1. Evitar o sol direto

Nas horas mais quentes do dia, entre as 10 e as 16 horas deve-se evitar a exposição solar direta porque nestes horários há mais riscos para a saúde. Assim, nestas horas, deve-se preferir ficar embaixo do guarda-sol ou dentro do bar da praia ou da piscina para se proteger do sol, evitando a insolação e as queimaduras na pele.

 

Privacidade, por favor.

Fotos de crianças em redes sociais, com hashtags ou localização, podem ser usadas por estranhos e manipuladas para terem outras finalidades na web

Quando nos tornamos mães, temos a vontade de compartilhar os mínimos detalhes sobre cada passo dos nossos bebês na internet , desde o primeiro mergulho na piscina até quando eles aprendem a usar o peniquinho. No entanto, essas imagens inocentes podem ser usadas de forma errada por estranhos online, o que tem mais chance de ocorrer com o uso de hashtags.

 

As hashtags facilitam o acesso dos estranhos às fotos dos bebês, ao tornarem-nas mais fáceis de serem encontradas na internet. Por isso, está sendo lançada uma campanha para que os pais tenham mais cuidados na hora de compartilhar fotos nas redes sociais, pela Child Rescue Coalition, uma organização em prol da proteção das crianças no meio digital.

 

Em entrevista ao site “DailyMail”, David Angelo, presidente da organização, alega que pedófilos costumam procurar por tags como #BathTime (em português, “hora do banho”), #NakedKids (“crianças nuas”) e #ToiletTraining (“treinando o toalete”) para conseguirem encontrar cliques de bebês.

 

“Enquanto os pais ficam postando fotos íntimas e detalhes sobre seus filhos nas redes, eles não têm a menor ideia do quão fácil tudo isso pode ser manipulado por ‘predadores’ online”, afirma o presidente.

 

Para manter as crianças protegidas, a organização criou a “Kids For Privacy”, campanha que incentiva os pais a compartilharem uma foto de seus filhos com uma placa escrito “privacidade, por favor”.

 

O programa alerta também para o uso de localização na hora de postar uma imagem, já que stalkers podem usar essa informação para rastrear mais informações. Além disso, o fato de que essas gerações crescerão e encontrarão muito da privacidade de suas vidas na internet pode ser perigoso para a integridade delas, segundo a campanha.

 

A questão também é abordada pela especialista australiana em maternidade Kristy Goodwin em seu livro Raising Your Child In A Digital World (“criando seu filho em um mundo digital”). Ela afirma que o lado positivo de compartilhar nas redes sociais é manter outros membros da família atualizados sobre a criança, mas que 50% das imagens em sites dos ‘predadores’ foram tiradas de redes sociais de pais.

 

Kristy encoraja os pais a deixar que suas crianças ajudem a escolher as fotos que serão compartilhadas para que eles construam o próprio “DNA digital”, sem também o uso de hashtags e localização descontrolado.

 

Alguns pais apelam ao uso de emojis como uma censura online, mas também tem de se atentar em fotos com uniforme da escola, com logos de cursos ou até que revele de forma completa ou parcial lugares que eles frequentem (casa da vó, clube, ou até sua própria casa)

 

Não é pecado você querer que a internet toda veja como seu filho é o mais lindo do mundo, mas lmebre-se: privacidade, por favor.

 

Fonte: Delas-Ig

Foto: Pexels

Você sabe o que é de “cegueira da geladeira”?

Você abre a geladeira e não faz a menor ideia do que cozinhar. A situação te parece familiar? Pois você não está sozinho: 78% dos brasileiros já passaram por isso.

É o que mostra uma pesquisa encomendada pela Hellmann’s, que mapeou os hábitos alimentares em vários países e identificou um comportamento chamado de “cegueira da geladeira”.
Será que você consegue enxergar a beleza interior da sua geladeira ou olha para a comida ali dentro e não sabe o que fazer?

 

Mas esse hábito de não ver ou ignorar os alimentos que estão na geladeira é um dos principais responsáveis pelos altos índices de desperdício no Brasil.
Ainda que 77% dos entrevistados para a pesquisa encomendada por Hellmann’s afirmem nunca ou raramente desperdiçar comida, 49% assumem jogar um ou dois alimentos fora por dia.
No total, são cerca de 41.000 toneladas de alimentos descartadas diariamente no país. É muita coisa, né?

 

Se você faz parte dos que sofrem com a “cegueira da geladeira” fique calmo pois isso tem solução!
A primeira coisa que você pode fazer para reverter esse cenário é comprar com inteligência. Compre o que você realmente precisa, pense no seu cardápio semanal e compre as quantidades corretas para evitar o desperdício.

 

Você também pode usar a criatividade e seu talento na cozinha e transformar as sobras em um prato novo. Zere a sua geladeira antes de comprar/preparar algo novo.
Não perca mais alimentos, congele-os e utilize quando for conveniente. Quando congelados, os alimentos se mantêm seguros indefinidamente.

 

Essas são só algumas dicas de como evitar o desperdício de comida. Você também pode fazer uma horta em casa, doar alguns alimentos, usar frutas e verduras próximos a estragar para fazer sucos e sopas. Mas o essencial é prestar atenção e se organizar.

Assim você evita o desperdício, economiza e ajuda o meio ambiente de uma forma deliciosa.

 

 

Fonte: Revista Cláudia
Foto: Freepik

 

Que tipo de YouTubers seu filho anda vendo?

Todo adolescente está ligadíssimo no YouTube. Mas e você? Está ligada no que ele anda vendo todos os dias?

 

Crianças e adolescentes de hoje vivem o tempo todo conectados. Muitas vezes assistindo vídeos aos quais você não tem acesso ao conteúdo.

Trouxemos algumas reflexões sobre esse assunto tão importante no cotidiano. Afinal, seu filho pode estar consumindo uma influência altamente negativa diariamente.

Não vamos aqui fazer uma lista de nomes porque, além do mundo virtual ser muito rápido e se transformar constantemente, a ideia é apenas refletir sobre conceitos e entender se os YouTubers preferidos do seu filho não são uma péssima ideia.

 

Dicas principais para evitar:

– Os que gritam, falam palavrão demais e acham essa postura legal.

– Incentivam um comportamento e padrão de vida inacessíveis para a maioria.

– Indicam que as crianças e adolescentes assinem serviços, baixem Apps ou façam ligações pagas.

– Sejam preconceituosos e incentivem esse comportamento, mesmo que em forma de brincadeira.

– Tenham e exibam comportamento consumista, uma vida de exageros e ideias absurdas só para chamarem a atenção.

– Comportamentos estranhos e agressivos ao falarem com a família, amigos, mulheres etc. ou ao se referirem sobre os mesmos.

 

 

Dicas principais para liberar total:

– Os que oferecem conteúdo informativo ou provoquem reflexões interessantes.

– Convidam o jovem a pensar e se interessar em aprender.

– Reforçam comportamentos bacanas em sociedade.

– Tenham e exibam um estilo de vida de acordo, sem exageros e desperdícios.

– Valorizam as relações e têm respeito por elas.

– Ensinam os jovens a se defenderem e buscarem o próprio espaço, a independência de forma positiva e agregam valor à vida deles.

 

Claro que vigiar o tempo todo não é a ideia. Mas é sempre bom saber com quem eles estão se relacionando, ainda que como espectadores, assistir aos conteúdos e se informar muito. Só assim você vai poder ajudar seu filho a formar um senso crítico, sem ficar numa bolha, mas também sabendo escolher inteligentemente o conteúdo que consome desde já.

 

 

 

 

Fonte: Mãe de Adolescente

Junte tempo e tranquilidade em um clique.

Com tantas coisas para fazer e compromissos para cumprir, temos que buscar alternativas para deixar nossa vida mais prática, sem abrir mão da segurança.

 

Você pode não gostar, achar difícil mexer, ter até um certo preconceito. Mas a verdade é que a internet e os apps são uma grande ajuda na vida da mãe moderna.

A falta de tempo pode nos deixar com grande ansiedade quando o assunto é proteger quem você ama. E aí entram esses aplicativos que podem facilitar sua vida, trazendo desde conforto, passando por dicas, ajudando a controlar a agenda, chegando na segurança da sua família toda.

Se você ainda não conhece T-Rex chegou o momento de descobrir todas as funcionalidades desse verdadeiro aliado da sua tranquilidade.

Além de saber onde está cada pessoa, vários alertas estão disponíveis de forma super prática.

O alerta de localização mostra o momento que o seu seguido sai ou chega em determinado local que você programar. O alerta choque é perfeito para idosos, pois mostra se a pessoa bateu, caiu ou se chocou com algo. E o alerta de bateria ideal para jovens, pois avisa quando a bateria do celular deles está acabando.

Conheça mais e traga praticidade para sua vida.

 

Baixe agora na Apple ou na Play Store.

A primavera está chegando. E pode criar raízes na sua casa.

É a estação mais bonita do ano, quando a natureza se expressa da forma mais impactante. Com flores brotando, tudo parece mais colorido e vivo. Leve essa energia para dentro de casa!

Que tal aproveitar esse momento para trazer a natureza mais pra perto? O jeito mais fácil de fazer isso é cultivar uma horta, prática que vem aumentando muito nos últimos tempos. Não à toa. Plantar seus próprios vegetais e temperos, além de ser um sinônimo de saúde e relaxamento, é um incentivo a mais para incluir esses alimentos nas suas refeições diárias. E o melhor: com o cultivo caseiro, você garante hortaliças completamente livres de agrotóxicos.

Quer mais benefícios e dicas?

 

  1. Plantando coisas boas em família

Cuidar da horta pode ser uma boa atividade para ser desenvolvida com a família, proporcionando mais tempo com os filhos, ajudando a ensinar lições de responsabilidade e contato com a natureza. Ainda pode ser um apelo e tanto na hora de convencer as crianças a comerem mais verdes, pois o fato de acompanhar o desenvolvimento das plantas deixa o consumo muito mais prazeroso.

 

  1. Benefícios para o bolso

Cultivando, você evita gastar com compras em supermercados e feiras. Sem falar que é um jeito lindo de acrescentar um toque de verde e deixar o ambiente mais fresco e acolhedor.

 

  1. Falta de quintal não é motivo para não ter horta

Casas com pouco espaço ou apartamentos também podem ter um cantinho: basta escolher um local que receba algumas horas de luz solar direta. Pense no espaço disponível, considere as espécies e entenda qual modelo se encaixa melhor na rotina da sua casa. Veja algumas maneiras de ter sua horta sempre saudável:

– Direto na terra: ideal para quem tem quintal com espaço, as sementes ou mudas são plantadas direto na terra.

– Vasos: alternativas práticas tanto para quem mora em casa quanto em apartamento, com várias opções de tamanhos, materiais, formatos e cores.

– Embalagens recicladas: garrafas pet, latas de refrigerante ou alimentos, caixas de leite, potes de vidro. É uma saída barata, rápida e sustentável.

– Floreiras: oferecendo um bom espaço, as floreiras são ótimas para uma horta compacta.

– Caixas de madeira: espaçosos e baratos, caixotes de madeira e paletes podem ser boas escolhas.

– Horta vertical: ideal para quem mora em apartamento, você monta a horta aproveitando espaços próximos a paredes. A horta vertical pode ser plantada em vasos, embalagens recicladas, estruturas de madeira e sapateiras.

 

  1. Alguns cuidados especiais

Fique atento só ao escolher as espécies que dividirão a mesma caixa. A hortelã tem raízes invasoras, que destroem as de outras espécies, por exemplo. Algumas misturas que dão certo: alecrim, tomilho e sálvia; manjericão, anis, carqueja e sálvia; e manjericão, manjerona e cebolinha.

E acredite: 70% do sucesso da horta deve-se ao preparo do solo. Em canteiros, caixas ou vasos, a terra precisa ter uma adubação equilibrada. Misture duas partes de terra comum, uma parte de composto orgânico e uma parte de areia.

Por que ter um app para acompanhar as pessoas?

Você se sente invadindo as pessoas que ama, seguindo os passos delas por um aplicativo? Descubra como T-Rex pode te ajudar sem culpa.

 

Infelizmente não vivemos em um mundo seguro. Mas esse não é o único motivo para instalar um aplicativo que acompanha os passos de quem você ama.

Acompanhar não é seguir ou invadir. É entender a tecnologia como um facilitador da rotina e da tranquilidade.

Saber onde seus filhos ou seus idosos queridos estão, se a bateria do celular está acabando, se eles foram para o lugar que deveriam ou colidiram com algo são alguns dos alertas que T-Rex oferece e que podem ajudar todos a se sentirem muito mais protegidos.

Essa inclusive pode ser uma alternativa interessante de seus filhos não se sentirem pressionados e vigiados o tempo todo por ligações e mensagens. Com a tranquilidade que T-Rex proporciona, você acaba deixando adolescentes e idosos muito mais livres e seguros para viver suas rotinas. Do outro lado, você consegue configurar diversos alertas para não precisar acioná-los. Tudo no conforto do seu celular.

Sabemos que o cuidado é reflexo do amor. Foi para isso que nosso App foi pensado. Para facilitar esse momento e a comunicação entre pessoas que se amam.

 

Clique aqui, baixe agora e encontre a tranquilidade.

Quer ser uma mãe tranquila? Pare de se cobrar!

Esse não é mais um passo a passo a seguir. São só ideias de como se tornar uma mãe muito mais relaxada.

 

As pessoas já cobram as mães o suficiente. Você não precisa ser mais uma. A ideia de ser a melhor mãe do mundo assombra muitas mulheres e prejudica inclusive a própria maternidade. Talvez esse seja o primeiro tema pra discutirmos: não se cobrar a perfeição. Mães tranquilas tentam fazer o seu melhor e ponto. Não se desesperam quando erram, apenas aprendem e seguem. Se autocobrar o tempo todo é estressante demais!

 

Aceitar, escutar, focar na própria vida.

Uma das coisas mais comuns entre as mães é achar que precisam fazer tudo sozinhas. Por que às vezes é tão difícil aceitar ajuda? Mães tranquilas aceitam de bom grado quando a mãe, a sogra ou amigas oferecem uma mãozinha. E também entendem que não sabem tudo. Deixam o orgulho pra trás e ouvem os conselhos, mas sem deixar que opiniões destrutivas invadam sua vida. Por falar em vida, tranquilo também é entender que há vida fora da maternidade. Foco deve ser o lema. Quando se está no trabalho, estar lá 100% e o mesmo vale em casa. Isso ajuda a estabelecer limites e lidar com o fato de que alcançamos resultados muito melhores quando separamos as coisas.

Se você trabalha fora, não abra espaço para a culpa. Planeje da melhor forma com quem seus filhos ficarão e entenda que desempenhar funções que também são importantes pra você é essencial.

 

Afeto e empatia, acima de tudo.

Uma convivência tranquila se faz, acima de tudo, com muito afeto. Mas com a correria da rotina, às vezes esquecemos de demonstrar nosso amor. Tente fazer isso em casa: sempre que cruzar com seus filhos, exercite o afeto com um abraço, um beijo, um elogio. Fortaleça o vínculo!

Isso também vale para pessoas que vivem a mesma fase que você: outras mães. Procure não julgar o jeito que cada uma encontrou para desempenhar esse papel tão cheio de desafios. Cada criança é uma, cada mãe idem. E você sabe muito bem como nada é fácil no caminho da maternidade. Não julgar e perceber a dificuldade do outro também ajuda você a se cobrar menos.

Aceite quem você é como mãe e fique feliz por isso. Uma mãe feliz transmite sentimentos muito melhores para os filhos.

 

Fonte: Just real moms

T-Rex. Tranquilidade em cada detalhe.

Você já sabe que pode contar com T-Rex para ficar mais tranquila e garantir mais segurança para quem você ama.

São muitas funcionalidades em um app só.

Basta configurar os alertas de acordo com a sua necessidade e o perfil da pessoa que você está acompanhando.

Vamos relembrar alguns deles e ver como é simples viver muito mais leve?

Alerta Localização

Saiba quando a pessoa chegou ou saiu de determinados locais. Configure:

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Geo Fencing Alerts” e clique em “Add a new Geo Fencing alert”.

Terceiro passo: Nomeie o lugar do qual você deseja receber a notificação (ex: casa, farmácia, clube) e escreva o endereço do local em “Procurar endereço”.

Quarto passo: Defina se você quer ser avisado quando a pessoa chegar ou sair do local e quantos metros de raio entorno deste local para que o alerta seja emitido
(ex: receber alerta quando a pessoa sair do raio de 450m de casa).

Quinto passo: Selecione os dias da semana e o horário que você quer ser avisado. Depois é só clicar em “adicionar” e então em “salvar”.

Alerta Choque

Quer saber se a pessoa bateu, caiu ou se chocou com algo? Agora:

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Detecção de choque” e clique em “Salvar”.

Alerta Bateria

O maior inimigo das mães: quando acaba a bateria do filho. Saiba e o avise antes:

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Nível mínimo de bateria” e defina quanto de bateria a pessoa precisa ter para você ser avisado (Ex: 15%). Depois é só clicar em “Salvar”.

Ainda não tem o T-Rex? Clique aqui e baixe agora nosso app!

 

Futebol não é pra meninas? Oi?

Desmistificando o futebol. Motivos para sua filha também entrar em campo.

 

Muitos de nós fomos criados para aceitar determinadas coisas como verdades absolutas. Um exemplo bem forte é a velha (velha mesmo) frase: “meninas são frágeis”.

 

Ainda bem que agora vivemos em outro momento e essa cultura pode ser finalmente desmistificada. Mas tudo começa dentro de casa. É importante olhar para trás e vermos quantas coisas foram conquistadas e estimular cada vez mais essa mudança de pensamento.

 

Sim, mulheres jogam futebol. E muito bem. Tão bem quanto os homens, já foi inclusive comprovado em uma pesquisa. O estudo liderado por Julen Castellano, da Universidade do País Basco, comparou o desempenho físico e técnico de atletas masculinos e femininos e concluiu que, apesar do primeiro grupo apresentar uma melhor performance física, as meninas não devem nada em relação à performance técnica.

 

Bom, já sabemos que futebol não é um esporte só para meninos. Mas você sabia que, além da emoção e da importância de quebrar barreiras, existem outros muito benefícios escondidos em campo?

 

A prática melhora o humor, define o corpo, diminui a ansiedade e muitas outras coisas.

 

Jogar futebol queima muitas calorias! O treino contém exercícios focados na resistência física e nas práticas coletivas. Essa rotina oferece um ganho de massa muscular e melhora muito o consumo de oxigênio do corpo.

 

Aprender a se defender no campo também pode transformar as meninas em pessoas mais confiantes fora das partidas e encarar os desafios do dia a dia com muito mais facilidade.

 

Além de ser uma excelente atividade para praticar, o futebol também ajuda a controlar a ansiedade e ser mais sociável. Com ele, o corpo libera muita endorfina, o hormônio que combate o stress, o mau humor e o cansaço.

 

E então? Todo o plano tático está aí. Agora basta incentivá-la a fazer o que gosta, sem medos e preconceitos.

 

 

Trabalho voluntário não ajuda só quem precisa.

Descubra como incentivar seus idosos queridos a serem voluntários pode dar um novo propósito à vida deles. E para os adolescentes, sabia que o voluntariado pode ser uma bela ferramenta para conseguir uma vaga?

 

O que você pensa quando falamos sobre trabalho voluntário? Alguém ajudando outra pessoa ou animal em situação de risco ou abandono, dando algum bem material, alimento ou palavras de alento? Ser voluntário vai muito além de ajudar. É realmente se colocar no lugar do outro, respeitá-lo, compreender de verdade o que ele está passando. É buscar sempre o melhor de si mesmo e fazer o outro buscar o que tem de melhor.

Essa troca pode ser realmente poderosa para ambos os lados. Para quem é ajudado, óbvio. Mas, para quem ajuda, é uma forma linda de crescer como ser humano, de enxergar potencialidades que nem sabíamos que tínhamos. Os benefícios vão muito além do bem-estar da pessoa que está recebendo este carinho e da satisfação de quem o dá. O trabalho voluntário te faz adquirir habilidades e competências pessoais e profissionais. Quer ver?

 

Jovem voluntário = UP no currículo

Cada vez mais recrutadores vêm considerando a iniciativa de uma ação voluntária na hora da contratação. Quem já participou de um programa acaba levando vantagem, sendo considerado até critério de desempate em algumas vagas. Isso porque os líderes acreditam que, além de humanizar o profissional, habilidades importantes são evidenciadas. Trabalho em equipe, empatia, comprometimento na execução e a resiliência são algumas delas.

É claro que a principal característica de um trabalho como esse é transformar os jovens em melhores seres humanos, mas também é bom saber que isso pode ser ponto importante no currículo. As habilidades adquiridas durante o processo também devem ser evidenciadas.

 

Idosos voluntários = UP na vida.

A pessoa que se voluntaria também percebe mudanças muito importantes como o aumento da autoestima e a diminuição da ansiedade e do estresse. Isso significa que o trabalho voluntário pode ser uma excelente opção para seu idoso querido combater a depressão. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 20% da população idosa sofre com depressão. No Brasil, o número gira em torno de 15%.

A doença está muito ligada ao sentimento de que o idoso foi excluído socialmente. Uma atividade em que ele se sente útil e importante na vida de alguém, além de construir laços e conhecer diferentes pessoas torna a vida mais divertida e com sentido. Por meio do trabalho social, ele também pode demonstrar suas habilidades e experiência de vida, o que aumenta a motivação para realizar tarefas no dia a dia.

 

Que tipo de trabalho pode ser feito?

O trabalho voluntário tem uma gama enorme de opções.

Você pode incentivar jovens e idosos a prestar serviços em orfanatos, entregar doações para moradores de rua e até a grafitar carroças para colaborar com os catadores de rua.

As possibilidades também passam por ajuda na construção de moradias populares ou palestras para comunidades carentes. Algumas associações prestam um serviço emocionante de contar histórias para crianças hospitalizadas.

Também existem programas específicos para idosos: o voluntário pode prestar serviços em asilos ou até passar uma tarde só conversando com os residentes.

Basta procurar na internet ou pedir uma indicação para alguém que já tenha experiência no voluntariado. Se a vontade não falta, opções também não.

Quer ter mais seguidores no Instagram? Inclusive seu filho?

Como tirar fotos melhores e fazer Stories incríveis no Instagram. Até seu filho vai virar seu fã.

 

Às vezes a gente se sente um pouco insegura nas redes sociais. Tem muita coisa que precisamos aprender para chegar no nível dos adolescentes. Mas com algumas dicas simples você pode evoluir muito nas fotos e, quem sabe, ter até um novo assunto para discutir com os filhos. Preparada para ganhar seguidores?

 

Tão simples e tão necessário.

 

Essa é uma dica universal porque muita gente acaba esquecendo desse detalhe tão pequeno, mas que faz uma grande diferença. Como a gente mexe muito no celular durante o dia, é natural que você acabe encostando os dedos na lente. A gordura da mão pode deixá-la borrada e prejudicar as fotos.

 

Antes de fotografar, basta limpar delicadamente com um paninho macio. Se você não tiver um, use a camiseta mesmo, mas bem de leve, para não apertara lente.

Uma ideia iluminada.

Pode parecer bobagem, mas a iluminação é essencial para tirar uma foto interessante. Tente sempre fotografar com a luz natural, perto de uma janela, porta ou ao ar livre. Se não deu, nunca tire fotos com flash! As fotos ficam super estouradas e feias. Quando estiver num local escuro, peça para alguém iluminar com a própria lanterna do celular. Imagine pedir isso para o seu filho? Ele vai ficar surpreso com a sua técnica.

Sabia que seu celular tem enquadramento?

A configuração de ter uma grade de enquadramento existe na maioria das câmeras. Basta acessar a configuração. Essas linhas de enquadramento são perfeitas para fotografar. Você pode acertar na simetria das fotos, centralizar e acertar nas linhas naturais dos cenários para o enquadre.

Não é filtro, é edição!

O Instagram tem um monte de ferramentas que vão além dos filtros já conhecidos. Use e abuse delas. No “ajuste”, você alinha a foto. O “brilho e contraste” serve para balancear. Com “estrutura e nitidez” você explora a nitidez da foto. Na “temperatura” você pode, por exemplo, deixar uma foto apagada com uma luz diferente. Ajuste cores em “saturação e cor”. E ainda tem “esmaecer”, que deixa as fotos com aspecto mais elegante e o “realce”, que destaca ainda mais sua foto.

Se quiser descobrir mais, ainda pode contar com alguns apps. Algumas dicas são PhotoGrid, Rookie Cam, Adobe Photoshop Express ou VSCO Cam.

Quantidade é qualidade.

A primeira foto na maioria das vezes não é o melhor que você poderia ter feito. Aproveite para treinar e não se contente com pouco. Faça várias imagens, com vários enquadramentos e iluminação. É a prática que faz um profissional.

Stories sem vergonha.

 

Os Stories são a mais nova mania para compartilhar momentos no Instagram. Aqui, duas dicas podem fazer você arrasar ainda mais na rede.

Zoom in e zoom out:

-Aperte e segure o botão de captação com um dedo e comece a gravar.

– Arraste levemente o mesmo dedo para cima ou para baixo para dar zoom in ou out.

Mencionar outras contas:

– Digite o símbolo @ seguido do nome de usuário da conta que você quer mencionar.

– Selecione a conta que quer mencionar no menu. É importante observar que você pode mencionar até 10 contas em cada Instagram Stories. Sempre que alguém é mencionado, ele recebe uma notificação assim como um preview da história no Direct Message.

T-Rex nunca tira férias da segurança.

Nesse período de planejar passeios e viagens, conte com nosso app pra estar sempre tranquila e aproveitar todos os momentos.

Viver tranquila é saber que as pessoas que você ama estão em segurança.

E nesse mês de férias e passeios, a tendência é que jovens queiram fazer seus programas e passem mais tempo longe dos seus olhos.

Uma das maiores questões quando o assunto é celular é a bateria. Quando ela acaba, te deixa cheia de preocupação por não conseguir falar com seu filho, certo?

Além de acompanhar os passos e dar detalhes em tempo real onde a pessoa que você ama está, T-Rex tem um alerta específico de bateria.

Quer aprender a configurar? Veja como é fácil e prático.

Primeiro passo: Abra o T-Rex e selecione a pessoa de quem você gostaria de receber os alertas. Clique no ícone de configurações.

Segundo passo: Ative o alerta “Nível mínimo de bateria” e defina quanto de bateria a pessoa precisa ter para você ser avisado (Ex: 15%). Depois é só clicar em “Salvar”.

Ou clique aqui e assista nosso vídeo sobre como configurar este (e outros) alertas!

Se ainda não tem T-Rex, baixe agora. Basta entrar na Google Play ou App Store, procurar o nome do app e instalar.

Férias em outro ritmo: viaje com seu idoso preferido!

Reunimos dicas preciosas para esse passeio ser incrível e confortável para todos.

 

O destino

Ao viajar com uma pessoa mais velha, é sempre importante pensar não apenas no deslocamento, tentando evitar voos com muitas conexões ou esperas longas demais em aeroportos, como também na acessibilidade do seu destino. Verifique se o local é amigo dos idosos, se tem muitas escadas, dificuldade de encontrar banheiros ou se é preciso fazer muita coisa a pé ou de transporte público etc.

A precaução

Fundamental avisar o médico do idoso, mesmo que por telefone. Só ele poderá dizer se o paciente está mesmo em condições seja para enfrentar horas no avião ou dias longe de casa ou dar receitas que possam ser necessárias. O médico também pode dar bons conselhos de como minimizar os efeitos da viagem.

A saúde

É uma dica que vale para todas as idades. Seguro saúde é essencial para viajar tranquilo e hoje temos muitas opções práticas, em que você pode contratar e fechar tudo pela internet. Muitos cartões de crédito também oferecem esse tipo de assistência. Consulte o seu para saber se você tem direito.

A mala

Às vezes os idosos não se atentam para detalhes. Não custa fazer uma listinha, entender como vai ser o tempo no destino, escolher sapatos confortáveis e lembre-se: eles tendem a sentir mais frio.

Os remédios

Grande parte dos idosos precisam usar medicamento de uso contínuo que não podem ser esquecidos em hipótese alguma. Imagine ter que parar a viagem para se consultar com um médico, só para pegar a receita do remédio do coração que foi deixado em casa? Uma dica boa é colocar os remédios naquelas caixinhas de plástico separadas por dia para facilitar a vida. E sempre leve uns a mais porque voos podem ser cancelados ou a viagem pode ser mais demorada do que o planejado.

O tempo

Viajando com um idoso, o tempo da viagem vai ser outro. Aproveite para entrar em outro ritmo, fazer as coisas sem pressa e relaxar. Programe menos atividades por dia e, claro, não faça grandes caminhadas. Outra dica boa é sempre considerar uma paradinha para o descanso. Um café, um suco ou simplesmente ficar vendo a paisagem e a vida passar.

 

Lugares interessantes para viajar com os mais velhos? Temos.

Se a ideia for descansar nas montanhas com um friozinho, Monte Verde, em Minas Gerais é o local ideal.

Holambra é um destino delicioso para passear e contemplar paisagens e flores.

Você também pode optar por um lugar em que, além das paisagens, vocês possam degustar deliciosos vinhos e até fazer tratamentos de beleza e relaxamento: o Vale dos Vinhedos, no RS.

Caldas Novas já é, há tempos, destino preferido entre idosos por seus tratamentos terapêuticos.

E se a ideia for sair do país, escolha a pertinho, charmosa, cheia de passeios e ótimas opções gastronômicas: Montevidéu.

Enfim, seja qual for o destino, o importante é levar em conta aspectos como infraestrutura, segurança e tranquilidade. E boa viagem.

 

Fonte: Revista Veja – Tatiana Cunha

Foto: Freepik