Melhor idade, melhores companhias.

Como aproximar as pessoas de gerações diferentes e garantir uma relação proveitosa para ambos os lados.

Eles têm interesses e rotinas muito distintas. Mas a verdade é que a relação entre idosos e adolescentes pode trazer muitos benefícios e uma nova perspectiva de vida para todos.

Enquanto os idosos podem ganhar mais entusiasmo e vivacidade com a companhia dos jovens, os jovens podem aprender muito com as histórias de vidas dos idosos, inclusive com suas experiências e habilidades profissionais.

Relacionamos algumas dicas de como você pode estimular essa convivência tão rica.

 

– Compartilhar experiências

Eles passaram por tanto: viram guerras, sofreram com a ditadura, viram grandes manifestações. Compartilhar essa sabedoria e conhecimento ajudam os idosos a se sentirem com um propósito renovado, além de aumentar a vitalidade. Os jovens, por sua vez, que nasceram grudados no computador, podem abrir um mundo completamente novo ao entrar em contato com histórias de vida tão diferentes.

 

– Companheirismo

Isso vale para qualquer ser humano: não existe nada mais simples e agradável do que uma boa companhia para levantar o astral de alguém. O interessante aqui é a convivência e troca de universos tão interessantes. Por que não incentivar seu filho adolescente a passar o dia em uma livraria, pescando ou jogando jogos de tabuleiro com um idoso da família? Ou até incentivar o idoso a jogar video-game? Os mais velhos podem também dar aulas de uma matéria ou hobby específico. Ensinar algo sempre nos faz sentir mais úteis. E isso proporciona uma levantada na autoestima.

 

– Tolerância e um entendimento maior sobre o próprio futuro

Já é comprovado pela psicologia que a convivência com os mais velhos pode trazer uma maior aceitação das diferenças: de cultura, pensamento etc. Mais que isso, traz também uma maior valorização da saúde e da própria vida.

 

A amizade entre pessoas dessas gerações pode ser complementar. Enquanto o jovem se torna um ser humano mais compreensivo, ao aceitar a condição e limitações dos mais velhos, os idosos podem ser estimulados a novos desafios e objetivos na vida.

 

– Trocas

Um caminho de aproximação pode surgir no momento em que uma pessoa com menos idade se predispõe a trocar conhecimentos com o idoso.

A tecnologia é um bom meio para aproximá-los. Os mais velhos estão cada vez mais interessados em aprender a usar a internet, tirar e enviar fotos, mandar mensagens pelo whatsapp. Uma geração se alimenta e evolui com a outra. Essa é a graça da vida: aprender com as diferenças.