Privacidade, por favor.

Fotos de crianças em redes sociais, com hashtags ou localização, podem ser usadas por estranhos e manipuladas para terem outras finalidades na web

Quando nos tornamos mães, temos a vontade de compartilhar os mínimos detalhes sobre cada passo dos nossos bebês na internet , desde o primeiro mergulho na piscina até quando eles aprendem a usar o peniquinho. No entanto, essas imagens inocentes podem ser usadas de forma errada por estranhos online, o que tem mais chance de ocorrer com o uso de hashtags.

 

As hashtags facilitam o acesso dos estranhos às fotos dos bebês, ao tornarem-nas mais fáceis de serem encontradas na internet. Por isso, está sendo lançada uma campanha para que os pais tenham mais cuidados na hora de compartilhar fotos nas redes sociais, pela Child Rescue Coalition, uma organização em prol da proteção das crianças no meio digital.

 

Em entrevista ao site “DailyMail”, David Angelo, presidente da organização, alega que pedófilos costumam procurar por tags como #BathTime (em português, “hora do banho”), #NakedKids (“crianças nuas”) e #ToiletTraining (“treinando o toalete”) para conseguirem encontrar cliques de bebês.

 

“Enquanto os pais ficam postando fotos íntimas e detalhes sobre seus filhos nas redes, eles não têm a menor ideia do quão fácil tudo isso pode ser manipulado por ‘predadores’ online”, afirma o presidente.

 

Para manter as crianças protegidas, a organização criou a “Kids For Privacy”, campanha que incentiva os pais a compartilharem uma foto de seus filhos com uma placa escrito “privacidade, por favor”.

 

O programa alerta também para o uso de localização na hora de postar uma imagem, já que stalkers podem usar essa informação para rastrear mais informações. Além disso, o fato de que essas gerações crescerão e encontrarão muito da privacidade de suas vidas na internet pode ser perigoso para a integridade delas, segundo a campanha.

 

A questão também é abordada pela especialista australiana em maternidade Kristy Goodwin em seu livro Raising Your Child In A Digital World (“criando seu filho em um mundo digital”). Ela afirma que o lado positivo de compartilhar nas redes sociais é manter outros membros da família atualizados sobre a criança, mas que 50% das imagens em sites dos ‘predadores’ foram tiradas de redes sociais de pais.

 

Kristy encoraja os pais a deixar que suas crianças ajudem a escolher as fotos que serão compartilhadas para que eles construam o próprio “DNA digital”, sem também o uso de hashtags e localização descontrolado.

 

Alguns pais apelam ao uso de emojis como uma censura online, mas também tem de se atentar em fotos com uniforme da escola, com logos de cursos ou até que revele de forma completa ou parcial lugares que eles frequentem (casa da vó, clube, ou até sua própria casa)

 

Não é pecado você querer que a internet toda veja como seu filho é o mais lindo do mundo, mas lmebre-se: privacidade, por favor.

 

Fonte: Delas-Ig

Foto: Pexels

Quer ter mais seguidores no Instagram? Inclusive seu filho?

Como tirar fotos melhores e fazer Stories incríveis no Instagram. Até seu filho vai virar seu fã.

 

Às vezes a gente se sente um pouco insegura nas redes sociais. Tem muita coisa que precisamos aprender para chegar no nível dos adolescentes. Mas com algumas dicas simples você pode evoluir muito nas fotos e, quem sabe, ter até um novo assunto para discutir com os filhos. Preparada para ganhar seguidores?

 

Tão simples e tão necessário.

 

Essa é uma dica universal porque muita gente acaba esquecendo desse detalhe tão pequeno, mas que faz uma grande diferença. Como a gente mexe muito no celular durante o dia, é natural que você acabe encostando os dedos na lente. A gordura da mão pode deixá-la borrada e prejudicar as fotos.

 

Antes de fotografar, basta limpar delicadamente com um paninho macio. Se você não tiver um, use a camiseta mesmo, mas bem de leve, para não apertara lente.

Uma ideia iluminada.

Pode parecer bobagem, mas a iluminação é essencial para tirar uma foto interessante. Tente sempre fotografar com a luz natural, perto de uma janela, porta ou ao ar livre. Se não deu, nunca tire fotos com flash! As fotos ficam super estouradas e feias. Quando estiver num local escuro, peça para alguém iluminar com a própria lanterna do celular. Imagine pedir isso para o seu filho? Ele vai ficar surpreso com a sua técnica.

Sabia que seu celular tem enquadramento?

A configuração de ter uma grade de enquadramento existe na maioria das câmeras. Basta acessar a configuração. Essas linhas de enquadramento são perfeitas para fotografar. Você pode acertar na simetria das fotos, centralizar e acertar nas linhas naturais dos cenários para o enquadre.

Não é filtro, é edição!

O Instagram tem um monte de ferramentas que vão além dos filtros já conhecidos. Use e abuse delas. No “ajuste”, você alinha a foto. O “brilho e contraste” serve para balancear. Com “estrutura e nitidez” você explora a nitidez da foto. Na “temperatura” você pode, por exemplo, deixar uma foto apagada com uma luz diferente. Ajuste cores em “saturação e cor”. E ainda tem “esmaecer”, que deixa as fotos com aspecto mais elegante e o “realce”, que destaca ainda mais sua foto.

Se quiser descobrir mais, ainda pode contar com alguns apps. Algumas dicas são PhotoGrid, Rookie Cam, Adobe Photoshop Express ou VSCO Cam.

Quantidade é qualidade.

A primeira foto na maioria das vezes não é o melhor que você poderia ter feito. Aproveite para treinar e não se contente com pouco. Faça várias imagens, com vários enquadramentos e iluminação. É a prática que faz um profissional.

Stories sem vergonha.

 

Os Stories são a mais nova mania para compartilhar momentos no Instagram. Aqui, duas dicas podem fazer você arrasar ainda mais na rede.

Zoom in e zoom out:

-Aperte e segure o botão de captação com um dedo e comece a gravar.

– Arraste levemente o mesmo dedo para cima ou para baixo para dar zoom in ou out.

Mencionar outras contas:

– Digite o símbolo @ seguido do nome de usuário da conta que você quer mencionar.

– Selecione a conta que quer mencionar no menu. É importante observar que você pode mencionar até 10 contas em cada Instagram Stories. Sempre que alguém é mencionado, ele recebe uma notificação assim como um preview da história no Direct Message.

A nova cara da segurança.

T-Rex já está disponível. Baixe agora.

Já está disponível para Google Play e Apple Store o app T-Rex. Um jeito prático e simples de monitorar a segurança de quem você ama.

T-Rex conta com uma série de funcionalidades para você acompanhar os passos dos seus filhos e até idosos.

Você tem acesso a um mapa particular e definir locais, limites de velocidade e muitas outras facilidades dentro do círculo que você escolher. Você pode observar seus filhos, incluir o pessoal do colégio, os pais de amigos, a babá e quem você achar importante para se sentir mais segura.

T-Rex foi feito para isso: garantir a segurança dos filhos  e a tranquilidade dos pais.

Quer conhecer mais detalhes? Clique aqui e assista o vídeo que preparamos para você.

Siga também nossas redes sociais para saber em detalhes sobre cada funcionalidade.

Facebook

Instagram 

Seu filho cresceu e quer sair de casa sozinho. E agora?

 

Claro que a segurança de crianças e adolescentes é a prioridade de qualquer mãe. Mas como fazer para evitar expô-los à violência, sem interferir no dia a dia normal?

A melhor maneira de lidar com a situação é prepará-los desde cedo para o momento de sair de casa sozinhos ou com amigos. E, para isso, uma boa conversa é fundamental.

 

Balada: garanta que ele está bem acompanhado

 

A chegada e saída de bares e baladas são alguns dos momentos de risco. Neste caso, o ideal é que você leve pessoalmente seu filho ou, se estiverem em grupo, que combinem quais pais (e em quais horários) serão responsáveis por levá-los e trazê-los. Se puder, deixe um celular disponível para seu filho, para que vocês possam se falar com facilidade.

Um grande vilão no entorno da escola: celular

 

A saída da escola também costuma ser um ambiente propício para alguns incidentes. Instrua seu filho sobre deixar celular, câmeras ou qualquer equipamento eletrônico à vista. Nunca é recomendável usá-los fora de um ambiente seguro para não atrair a ação de criminosos – que estão sempre atentos para nos pegar desprevenidos. E o celular, principalmente, nos deixa completamente distraídos. Também oriente para que ele busque sempre a ajuda de seguranças ou policiais, caso se sinta perdido ou assustado.

Caso seu filho vá a pé para a escola, tente combinar uma caminhada em grupo com os vizinhos que façam o mesmo trajeto. Assim eles podem ir e voltar juntos.  

 

Cuidado com detalhes sobre a vida pessoal

 

Muito importante também é que ele não comente com outras pessoas sobre sua vida, bens que possui, profissão dos pais, sua rotina. Claro que trocamos esse tipo de informação com amigos, mas é sempre bom ficar atento.

 

Atenção na sua bolsa: mães também são alvo

 

Você também pode tomar atitudes mais cuidadosas nesses momentos. Por exemplo, sempre entregue dinheiro a seu filho dentro de casa. Evite mexer em bolsas ou carteiras, seja na saída de casa, no trânsito ou nas proximidades da escola.

 

São medidas simples que podem tranquilamente se encaixar no seu dia a dia e prevenir os jovens da realidade em que vivemos. E que também vão deixar você mais segura.