Já sabemos quem vai ganhar nessa Copa: você.

Acompanhe as pessoas que você ama com T-Rex e ganhe toda a tranquilidade durante o mundial.

 

Filhos adolescentes vendo os jogos na casa de amigos ou bares, idosos na rua, confusão na cidade. Não fique insegura durante esse período cheio de diversão. A solução é simples. Com T-Rex você pode acompanhar todas as pessoas que quiser e ainda configurar alertas para saber em que momento eles saíram do destino ou se ultrapassaram a velocidade permitida.

 

Tudo muito prático, seguro e na palma da mão.

 

Se você ainda não baixou T-Rex, basta procurar na Apple Store ou Google Play. Ativar os alertas é intuitivo e simples. Veja como configurar o alerta de mudança de localização, por exemplo:

 

  1. Abra o T-Rex e selecione a pessoa para quem deseja configurar o alerta. Clique no ícone de configurações.

 

  1. Clique em ativar alertas e busque o alerta desejado (Alerta de lugar / Geo Fencing Alerts).

 

  1. Ative o alerta de lugar e clique para adicionar um alerta de Geo Fencing.

 

  1. Digite o nome para este lugar, o endereço, selecione o raio de alcance, selecione se deseja receber o alerta quando a pessoa entrar ou sair do lugar, dias da semana e o período do dia.

 

  1. Clique em adicionar e, em seguida, salve as configurações.

 

Pronto. Você receberá este alerta sempre que a pessoa entrar ou sair do lugar que você definiu, de acordo com a configuração

Segurança começa em casa.

Dicas de como deixar a casa muito mais preparada para os idosos que você ama.

Não é só a idade que muda. Quando ficamos mais velhos, obviamente nosso corpo e cabeça passam por muitas transformações. Reflexos, equilíbrio e força dos ossos já não respondem da mesma forma. E aí, coisas simples como levantar da cama ou passar entre uma mesa e um sofá podem se tornar problemas frequentes.

Na rua, temos que ter cuidado redobrado com nossos idosos. Mas, em casa, alguns hábitos valiosos podem ser incorporados no dia a dia e facilitar muito a vida deles. Mesmo que eles morem sozinhos, você pode ajudar nessa questão com atitudes muito simples.

Preste atenção nos tapetes: Evite onde for possível. Como o caminhar do idoso é difícil e lento, os tapetes criam desníveis que podem dificultar a troca de passo. Além do pior: são escorregadios na maioria dos pisos. Se for essencial, prefira os antiderrapantes ou cole a parte de baixo com fita adesiva dupla face no chão.

Tire as escadas do caminho: se o idoso dorme em um quarto no piso superior, considere a ideia de adaptar os ambientes da parte de baixo. Se for impossível, opte por rampas ou barras de apoio.

Barras que seguram o perigo: falando em barras de apoio, elas são essenciais. Instale nos banheiros, portas de entrada, ao lado da cama para facilitar o levantar. O desequilíbrio é frequente e essa é uma ajuda simples e efetiva.

Não derrape: pisos antiderrapantes onde tem água – e sabão – evitam muitos acidentes. Principalmente nos banheiros, mas considere também cozinha e lavanderia.

Móveis amigos e caminho livre: cama, sofás, vaso sanitário e outros objetos que o idoso usa para suas atividades precisam ter uma altura confortável, que facilita o levantar/sentar/deitar. Esses ajustes geralmente são muito simples e é uma atenção que vale muito pelo conforto e segurança deles. Ah, e quanto menos objetos estiverem no caminho, melhor.

Iluminação: interruptores próximos da cama, das portas e sofás. Um abajur no criado-mudo também é uma ajudinha. Assim, se precisarem levantar no meio da noite, a luz vai evitar tropeços.

Ajudando a memória: a memória é uma das primeiras a falhar quando envelhecemos. Somando isso ao fato de que os idosos tomam muitos remédios, pode causar uma confusão total. Vamos ajudar? Etiquete as caixas, agrupe os medicamentos por horário, desenhe lua e sol por exemplo para facilitar a compreensão imagética sobre qual remédio se toma de noite e qual de manhã.

Ser idoso pode ser fácil e divertido com a sua ajuda. E, claro, muito mais seguro. Proteja quem você ama.

 

Já baixou o app T.Rex para acompanhar seus idosos queridos? Clique aqui.

Melhor idade: eles envelhecem bem e você ajuda no processo.

Há algum tempo, a perspectiva da geração de idosos vem mudando para muito melhor. A terceira idade já vem sendo chamada de “melhor idade”, justamente porque deixou de ser vista como um período de reclusão, solidão e, principalmente, paralisação.

Muitos idosos estão definindo uma segunda carreira, novos hobbies e interesses, além de se preocuparem com a saúde e mudarem hábitos para viver mais e melhor. O avançar da idade pode sim representar um mundo de oportunidades.

Você pode ajudar nesse processo, tudo com a maior segurança. T-Rex também é um app perfeito para acompanhar essa geração. De longe, você pode criar alertas de queda, de bateria, de velocidade e, claro, também acompanhar a rotina deles, com muita tranquilidade.

Enquanto T-Rex está perto das pessoas que você ama, vamos entender como estimular uma rotina cada vez mais saudável e descontraída?

Atividade física: para amenizar os primeiros sintomas da velhice, como ossos frágeis e organismo lento, nada melhor do que movimentar o corpo e o sistema cardiovascular. Hidroginástica, caminhadas e pilates são muito recomendados por serem atividades de baixo impacto. Além dos efeitos de longo prazo, as atividades físicas liberam serotonina, o hormônio responsável pelo bem-estar e que pode evitar doenças como a depressão.

Independência: pessoas na terceira idade estão cada vez mais independentes das famílias. Claro que estar longe deles gera preocupação, mas T-Rex pode ajudar muito nesse momento. Com a tranquilidade garantida, você pode e deve estimular viagens com amigos, idas ao cinema, uma descoberta de um novo estudo e, por que não, o recomeço de uma profissão diferente.

Exames preventivos: o idoso de hoje já entendeu que adotar a prevenção ajuda a garantir a boa saúde durante o envelhecimento. Ou seja, ir ao médico não só quando se sente mal. Isso é muito importante e deve ser estimulado porque algumas doenças são silenciosas e assintomáticas. Esse acompanhamento é fundamental para facilitar o tratamento e aumentar muito as chances de cura.

Lembre-se: a saúde mental e a tranquilidade são essenciais para uma vida longa e feliz.

Um app pode ajudar na relação entre pais e filhos quando o assunto é segurança?

Conheça mais sobre T.Rex e entenda como o aplicativo pode ajudar na rotina atribulada e insegura em que vivemos.

A gente sabe a importância que sua família e amigos têm na sua vida. Para isso T-Rex existe. Para você saber e receber a localização de quem você ama em tempo real e, claro, formar uma importante rede de segurança com a sua família e incluir
quem quiser. Os pais se privilegiam com a sensação de tranquilidade, sem ficar perguntando ou cobrando, atitudes que os adolescentes costumam não gostar muito.

Além de nunca perder de vista as pessoas queridas, ter um histórico completo de rotas, o app tem várias facilidades para você estar em muitos lugares ao mesmo tempo, sem preocupação.

– Lugares: você pode saber quando seu familiar ou amigo chega ou sai de um lugar como trabalho, escola ou mesmo de casa.

– Velocidade: você fica sabendo quando a pessoa excedeu a velocidade – que você define previamente – ao dirigir, mesmo se ela estiver no banco do passageiro. E ainda: recebe um aviso sempre que ela ultrapassar o limite máximo permitido de velocidade em algum percurso.

– Bateria: receba alertas quando a bateria do celular da pessoa estiver fraca. Assim você pode avisá-la antes que acabe.

– Movimento: você é avisado toda vez que a pessoa se locomover dentro de um horário definido você.

– Choque: se a pessoa querida cair ou se chocar com alguma coisa, você recebe uma notificação em instantes.

Quer conhecer mais ou baixar o app gratuitamente? Clique aqui e encontre a sua tranquilidade.

A nova cara da segurança.

T-Rex já está disponível. Baixe agora.

Já está disponível para Google Play e Apple Store o app T-Rex. Um jeito prático e simples de monitorar a segurança de quem você ama.

T-Rex conta com uma série de funcionalidades para você acompanhar os passos dos seus filhos e até idosos.

Você tem acesso a um mapa particular e definir locais, limites de velocidade e muitas outras facilidades dentro do círculo que você escolher. Você pode observar seus filhos, incluir o pessoal do colégio, os pais de amigos, a babá e quem você achar importante para se sentir mais segura.

T-Rex foi feito para isso: garantir a segurança dos filhos  e a tranquilidade dos pais.

Quer conhecer mais detalhes? Clique aqui e assista o vídeo que preparamos para você.

Siga também nossas redes sociais para saber em detalhes sobre cada funcionalidade.

Facebook

Instagram 

Privacidade e segurança podem caminhar juntas?

Monitorar o caminho para a escola, as amizades no Facebook e as fotos no Instagram. Sem falar nos aplicativos específicos para saber cada passo da criança/adolescente. Isso é bom ou ruim para a relação de vocês?

 

O que pensam os especialistas ?

 

Enquanto alguns defendem ser uma solução errada, outros enxergam como uma solução moderna e altamente conectada com a realidade em que vivemos.

 

Rainer Becker, presidente da Deutsche Kinderhilfe – organização alemã de apoio à criança, alerta: “Uma criança que é constantemente monitorada vai pensar que os pais não confiam nela para nada. Como desenvolver, assim, autoestima e autoconfiança?”.

Já Ralf Kiene, de Saarbrücken, na Alemanha, vê a situação de forma diferente. Segundo ele, cerca de 50 mil “babás virtuais” já estão em ação na Alemanha, seguindo pessoas com deficiência mental, membros da família e, claro, crianças. “No caso dos jovens, a maioria dos pais usa o serviço para protegê-los, e não para espionar”, acrescenta.

 

Sem radicalismos: o melhor jeito de chegar a um acordo

 

Entre segurança e invasão de privacidade a linha é mesmo tênue. É preciso criar, aos poucos, uma estrutura de acompanhamento com a qual todos os envolvidos se acostumem. E como fazer isso?

Alguns aplicativos para monitorar os passos dos filhos já estão à disposição e ainda são controversos. A questão é escolher uma forma que não seja invasiva, que tenha uma linguagem próxima à dele. Conversando, expondo os riscos e as preocupações e, claro, mostrando que a intenção não é controlar e sim proteger. Dar dicas e munir seu filho de informações de especialistas também é importante para que ele entenda onde está inserido.

 

Dialogar, dialogar, dialogar sempre. Afinal, a primeira relação de confiança e segurança que precisa ser estabelecida é entre você e ele.