Em um mundo cada vez mais agitado, que tal falarmos sobre desacelerar?

Vamos conhecer mais sobre o movimento Slow, que surgiu para diminuir as rotinas frenéticas e tentar nos convencer que o importante é ir devagar.

 

Correria, agendas cheias e longas horas de trabalho ou de estudo. Sofremos um bombardeio constante de informações e a exigência para sermos multitarefas. A cobrança por resultados e desenvolvimento cresce, mas já parou pra pensar que esse modelo de sucesso pode não atender você?

 

O movimento Slow nos convida a tirar o pé do acelerador e refletir. Talvez estejamos deixando passar as coisas mais simples e que nos fazem felizes.

 

Por prezar por um estilo de vida menos intenso e com mais qualidade, o movimento vem ganhando cada vez mais força. A ideia é realizar suas atividades de forma mais lenta e menos automática.

 

Comece com alguns momentos no dia a dia.

O ponto de partida para adotar um estilo de vida mais consciente é se perguntar: por que você continua sem tempo para si próprio e para o que te faz bem?

Respire e pense nisso nos seus compromissos ou quando estiver mais acelerada, de modo que sobre tempo para pensar mais em você e relaxar.

Lembre-se que uma série de doenças como a ansiedade e síndrome do pânico surgem de uma saúde emocional abalada, que está intimamente ligada à pressão por resultados não só profissionais, mas pessoais também.

É essencial reservar algum tempo do seu dia para não fazer nada. Até seu rendimento no trabalho pode ficar melhor quando você está tranquila e confiante.

Alimentação também pode ser slow.

Você é o tipo de pessoa que almoça correndo, engolindo a comida sem nem lembrar se mastigou? Bem-vinda à realidade de muitos. Um dos pilares do movimento Slow é dar à comida a importância que ela tem, ou seja, nossa saúde e nutrição. Afinal, por que esse momento tão importante seria tão rápido?

Busque diariamente comer de forma saudável, com alimentos variados em seu prato, fazendo as refeições com calma e apreciando o momento. Aproveite seu tempo de almoço por completo, sem encaixar outras atividades no meio.

Se tiver oportunidade e tempo para cozinhar, tanto melhor. Além de reunir a família em um momento gostoso, os alimentos preparados em casa são muito mais saudáveis, saborosos e saciam mais.

Consumo menos agressivo e mais consciente.

O consumo desenfreado causa grandes danos à natureza, além de estimular hábitos excessivos, que levam à dependência e a problemas financeiros. Porque, afinal, comprar pode se tornar algo compulsivo.

Se a sua felicidade e satisfação pessoal estão ligadas ao ato de comprar algo está errado. Uma boa sugestão é sempre se perguntar se aquilo que você está comprando é realmente necessário ou só serve para corresponder à algum padrão que você nem sabe se quer seguir. Menos é mais é o grande lema do Movimento Slow.

Tente aplicar aos poucos na sua rotina e sinta os resultados. É um movimento interessante até para o autoconhecimento.

Férias criativas. É possível encontrar programas legais sem viajar?

Falta pouco para as férias chegarem. E mesmo se você já planejou uma viagem, é uma boa ter na manga alguns programas divertidos e culturais que vão agradar o gosto superexigente dos adolescentes. Separamos algumas dicas pra você fazer sucesso nesse período ocioso.

 

Cinema

 

Nunca falha. Em especial porque nessa época surgem muitas estreias. A dica é escolher um filme que tenha tudo a ver com o universo deles. As superproduções sempre acabam agradando a família toda. E é um programa que pode se repetir toda semana, sem ser cansativo.

 

Conhecer galerias de arte mais descoladas ou a céu aberto

 

Que tal sair um pouco do circuito museus, que às vezes os jovens consideram monótonos? São Paulo, por exemplo, conta com várias galerias modernas e descoladas, algumas inclusive a céu aberto. Um tour nos pontos artísticos da cidade – como a Vila Madalena, por exemplo – pode ser uma chance de aprendizado e diversão no mesmo programa.

 

Cursos nada óbvios

 

As férias também podem ser ricas de informação, se a opção envolver um hobby do seu filho. Já que eles são verdadeiros fanáticos em postar fotos nas redes, por que não sugerir um curso de fotografia para incrementar essa habilidade? Se o seu filho tem inclinações gastronômicas, outra dica é um curso curto para iniciar essa paixão. A cidade fica cheia de opções nessa época do ano.

 

Kart

 

Nem é preciso dizer muito. Uma tarde ou noite no kart é convite irrecusável pra todo adolescente. E o legal aqui é que a família toda pode competir. E voltar várias vezes para a revanche.

 

Dia da beleza

 

Essa é exclusiva das meninas, mas é acerto garantido. Quem não gosta de passar o dia no cabeleireiro mudando o visual ou mesmo num SPA, cuidando da beleza?

 

Shows

 

Música é sempre algo interessante nesse universo. E é legal pra você também conhecer mais sobre seu filho. Dê uma busca nos shows que estão acontecendo na sua cidade.

 

Turista por um dia

 

Quando viajamos, a primeira coisa que fazemos é pesquisar os pontos turísticos da cidade e os lugares mais interessantes. Por que será que não fazemos isso onde moramos? Com certeza há muito que vocês ainda nunca viram. Dê uma chance e conheçam lugares lindos juntos.

Feriado sem crise

Dicas seguras de como entreter seu filho no dia das crianças sem tratá-lo como criança.

O feriado está chegando e, com ele, a possibilidade de passar mais tempo ao lado de seus filhos. E quais são as escolhas acertadas para esses dias juntos?

  1. Vai viajar? Envolva-os na escolha do destino. Pergunte sobre o que ele se interessaria, mostre opções, seja aberto e ouça. Crie um elo ainda mais forte entre vocês.
  2. Vai aproveitar pra descansar? Respeite que o descanso dele provavelmente será ficar conectado o tempo inteiro. Se fizerem algum passeio, aproveite para pedir a ajuda dele para fotografar ou fazer vídeos. Eles adoram se sentir úteis dando dicas sobre o que mais conhecem.
  3. Que tal aproveitar o feriado e fazer um roteiro para comer bem? Todo mundo sabe que na fase da adolescência eles comem como loucos. Preparar ideias de lugares pra almoçar e jantar pode ser uma deliciosa forma de interação que certamente vai agradar muito.
  4. Se a ideia for ficar em casa, outra opção é encarar uma maratona de séries. Pergunte sobre o que ele ainda não viu e mergulhe no universo dele. Esses momentos juntos são importantes para que você entenda melhor a fase e ele se sinta à vontade para compartilhar seus gostos e necessidades.
  5. Proponha uma viagem próxima e deixe que ele convide algum amigo. Eles se sentem mais seguros saindo em turma e você interage sem ser invasivo.

Bom feriado a todos. Com toda a segurança.